Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Vogal da JucisRS, Valter Poetsch relata experiência na Estônia

Com intuito de agregar conhecimento, Valter conta como foi estar no país mais digital do mundo

Publicação:

banner para site (17)
Vogal da JucisRS, Valter Poetsch em frente a sede do governo em Talín - Foto: Valter Poetsch

Valter Poetsch, empresário e também membro do Colégio de Vogais da Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul - JucisRS - conta que seu interesse em conhecer a Estônia teve  início durante o III Congresso Nacional das Juntas Comerciais - CONAJ/RS e o I Congresso Internacional do Registro Mercantil – CIREM, realizado pela autarquia em dezembro do ano passado. O empresário destaca que seu principal objetivo era "angariar conhecimentos" e trazê-los para debate no  órgão de registro. 

Em sua recente viagem à Talín, capital da Estônia, Poetsch relata que os principais pilares para o desenvolvimento do país, em sua visão, estão alicerçados pela liberdade, tecnologia e educação. Ele enfatizou ainda que a partir da privatização do sistema financeiro e com a reforma do judiciário, “em 30 anos, a Estônia se tornou o primeiro país do mundo a reconhecer a internet como direito de todo cidadão, conquistando o título de país mais eficiente do mundo”.

Entre os serviços prestados, o vogal cita os que mais chamaram a sua atenção, sendo eles: o sistema de impostos, dividido em três tipos e com taxa de apenas 20%, a declaração de imposto de renda com tempo máximo de cinco minutos, além do trâmite de visto de residência até a emissão do passaporte, todos realizados de forma totalmente digital. Poetsch disse ainda que a direção da JucisRS já está trabalhando em projetos e ações para que os serviços disponibilizados aos seus usuários sejam cada vez mais ágeis e eficientes,  lembrando que a presidente da JucisRS, Lauren de Vargas Momback tem sido incansável em qualificar a autarquia como o Portal de Serviços Digitais, o Tudo Fácil Empresas - TFE - e a adesão de 100% dos municípios gaúchos à Redesim,  entre outros.

“Essa experiência foi rica em conhecimento e fico imensamente grato por poder contribuir para o avanço da Junta Comercial” – finalizou.

 

Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul