Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Junta Comercial completa 144 anos de história empresarial no RS

Publicação:

whashapp123456789
Ander Vaz
Por Denise Rodrigues

Com 2.804.842 empresas registradas, destas, 1.469.394 ativas, a Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul - JucisRS -  completa nesta segunda-feira (24), 144 anos de fundação. Ao longo deste tempo, muitas mudanças foram necessárias para tornar a autarquia mais eficiente aos seus usuários.  Hoje, o sistema de Assinaturas Avançadas em operação desde março,  já abrange 109.444 protocolos. Um dos marcos desta gestão é suspensão temporária de taxas para abertura de empresas. O RS, foi o segundo Estado a adotar a suspensão da cobrança para novas empresas, sendo o único a prorrogar a medida para auxiliar os micro e pequenos empreendedores durante a  crise causada pela pandemia Covid-19. São 497 municípios beneficiados com essa medida.
A JucisRS conta com 50 Unidades Desconcentradas  (UD's) distribuídas em diversas cidades gaúchas. Na Redesim,  420 municípios gaúchos  estão integrados, beneficiando 97% das MPE's do RS, uma parceria entre a JucisRS, Sebrae/RS e Prefeituras.
A inauguração da Sala do Empreendedor de Porto Alegre no saguão da sede da Junta tem faciltado  o dia a dia dos empresários e microempreendedores individuais (MEIs). No RS, 122 municipios gaúchos já  contam com a Sala do Empreendedor, uma cobertura de 24%, impactando em 73% das Micro e Pequenas Empresas (MPE's) do estado. A iniciativa é da JucisRS, Prefeitura de Porto Alegre, Sebrae/RS e Banrisul.  
A presidente da JucisRS, Lauren de Vargas Momback, primeira mulher à  frente do órgão de registro ao longo destes 144 anos,  destaca a importância de gerir a Junta Comercial. "Tenho orgulho dos grandes avanços que tivemos no decorrer deste tempo. Fazemos parte da história do desenvolvimento econômico e social do nosso estado, tendo como foco o empreendedorismo". Lauren enfatiza que o "olhar" para o empreendedor e  a modernização da autarquia, além da desburocratização dos serviços do registro mercantil  têm  sido fundamentais para o êxito do órgão de registro, segundo do país a implantar o sistema de Assinaturas Avançadas. 
Conforme Lauren, sem o trabalho e dedicação de todos os vogais, servidores, terceirizados e estagiários que integram o quadro de pessoal da JucisRS, não seria possível dar andamento a novos projetos. Ela agradece o apoio do governador do Estado, Eduardo Leite e de seu vice, -Ranolfo Vieira Júnior, do secretário de Desenvolvimento Econômico do RS, Edson Brum e também do ex-titular da Sedetur, Rodrigo Lorenzoni. "Com a isenção e prorrogação das taxas para abertura de empresas, conseguimos oito meses de fôlego  para um setor fundamental para o crescimento do RS", destaca Lauren.
"Os serviços disponibilizados pela Junta Comercial são imprescindíveis para que mais empresas possam ser abertas no RS. A segurança jurídica e a eficácia dos atos são fundamentais para que os usuários/microempreendedores/empresários consigam dar início ao seus negócios, fomentando a economia gaúcha", afirma a gestora da JucisRS,  enfatizando que é  "gratificante" trabalhar para melhor atender as mais diversas demandas dos cidadãos. "Para o microempreendedor que  anseia em sair da informalidade, continuaremos viabilizando alternativas que facilitem a sua inserção no ambiente de negócios" finaliza Lauren, lembrando que hoje é  uma data especial e mesmo com tantos  desafios devido à  pandemia, mais novidades e projetos farão parte da Junta Comercial, afinal são  144 anos de registro mercantil.

Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul