Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Seminário detalha benefícios da Junta Digital em São Leopoldo

Sindicato dos Contadores e Contabilistas do Vale dos Sinos foi sede do 13º Seminário Junta Digital

Publicação:

IMG 20171206 WA0001
Benito João Papini Junior da Receita Federal abordou em sua palestra a implantação da 3ª fase da RedeSimples
Por Denise Rodrigues

A Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul – JucisRS – promoveu na manhã dessa terça-feira (6) em São Leopoldo, o último Seminário Junta Digital deste ano, totalizando 13, distribuídos em diversos municípios do interior do estado e da Região Metropolitana de Porto Alegre. Com o objetivo de explicar o novo Sistema de Registro Mercantil (SRM) que consolidou a Junta Digital no Estado, a iniciativa atraiu profissionais da área Contábil e empresários na sede do Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade do Vale dos Sinos – Sincontecsinos -.

O evento Junta Digital integra uma série de seminários que vem sendo promovidos ao longo desse ano pela JucisRS em parceria com o Sebrae/RS. Com a Junta Digital, ou seja, Junta Sem Papel, a prestação de serviços de registro empresarial é feita totalmente pela internet, com assinatura digital, dando uma maior segurança jurídica e confiabilidade, além de garantir acesso mais facilitado aos serviços prestados aos empresários e contadores.

Conforme o secretário-geral da JucisRS, Cleverton Signor, os seminários visam levar orientações sobre o funcionamento na prática da Junta Digital. Ele explica que, a nova plataforma em operação desde o dia 16 de outubro, ainda passa por pequenos ajustes, sendo fundamental que os usuários e clientes saibam como utilizar todas as possibilidades do SRM.

O chefe da Equipe de Cadastros da Superintendência da Receita Federal/RS, Benito João Papini Junior, abordou em sua palestra a implantação da 3ª fase da RedeSimples – em funcionamento na JucisRS desde 19 de junho de 2017 - Viabilidade, DBE, mudanças no Coletor Nacional, Portal RedeSimples, entre outros assuntos. No RS, 94 municípios já fazem parte da Rede, que no último domingo (3) a Lei 11.598/2007 que a instituiu completou 10 anos.

Em relação à Viabilidade, ele faz um alerta para que os clientes classifiquem corretamente a solicitação de viabilidade quanto ao tipo de unidade do empreendimento – Produtiva ou Auxiliar, destacando também que o Portal Redesimples conta com todas as orientações aos usuários e clientes dos órgãos de registro.

O evento tem o apoio do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Estado do Rio Grande do Sul (Sescon-RS) e do Conselho Regional de Contabilidade do RS (CRC).

O Seminário também contou com as presenças do delegado adjunto da Receita Federal de Novo Hamburgo, Eduardo Godoy e Betina Simon Barbosa, da Agência da RF de São Leopoldo.

Ranking da Redesim – Outubro 2017

  • RS – 13º lugar no país (integração acima de 75%);
  • 100% das Secretarias de Fazenda Estaduais Integradas;
  • 2.477 municípios integrados à Pesquisa Prévia de Viabilidade, sendo 24 capitais de estado;
  • 2.342 municípios integrados para emissão da inscrição municipal;
  • 2.305 municípios aptos a emitir Alvará de Funcionamento direto pelo sistema para as Pessoas Jurídicas consideradas de baixo risco.

Portal RedeSimples - www.redesimples.gov.br

 

Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul